Call To Action - Tudo o que precisa saber

scroll

Para entender os princípios básicos de um Call to Action é necessário compreender a potencialidade de um Call to Action bem feito, que capta a atenção do utilizador e melhora significativamente as suas conversões.

O que é um Call to Action?

Um Call to Action é um termo bastante utilizado em Marketing Digital, refere-se à chamada para a acção e pode ser o factor determinante entre a lead e a conversão. Por outras palavras, o Call to Action é aquilo que incita o utilizador a seguir para o próximo passo no seu funil de vendas, daí que seja tão importante um Call to Action simples, sem espaço para dúvidas sobre como proceder.

Quanto mais simples for, mais pessoas irão realizar a acção, melhorando assim a experiência do utilizador, orientando-o para o próximo passo a seguir. É importante que esta chamada para a ação, para além de simples, seja provocada por um CTA bem posicionado, colorido e atraente.

Como e porque devo usar um Call to Action?

Antes de explicar como utilizar um Call to Action, é importante perceber que esta definição está assente num processo chamado AIDA.

Como e porque devo usar um Call to Action?

No momento em que começamos a navegar numa Landing Page ou Website, até chegar ao momento de decisão, nós experimentamos estas diferentes etapas, devendo o site estar antecipadamente preparado para atingir os objetivos específicos de cada uma delas.

Atenção

Momento em que captamos a atenção exclusiva do utilizador e fazemos com que ele continue a navegar na nossa página.

Interesse

Já com a atenção conquistada o utilizador formula a primeira impressão sobre o que vê e toma a decisão de procurar mais informação sobre a oferta.

Desejo

É feita uma análise mais detalhada para escrutinar os benefícios e características do produto, para melhor entender se vai ao encontro das necessidades do utilizador.

Ação

Com a decisão tomada, é realizada a conversão.

O CTA é importante para:

Para Definir o meu CTA devo:

1) Definir primeiro a minha Persona

A persona é a representação física que descreve o perfil do seu cliente ideal. Depois de defini-la fica mais fácil saber como abordar o CTA.

2) Definir o meu Funil de Vendas

Modelo estratégico que apresenta os passos do seu cliente, desde o primeiro contacto até ao término do negócio.

3) Contexto

O contexto e a otimização da página são muito importantes no processo de conversão, tanto que muitas vezes podem ser responsabilizados de uma má taxa de conversão. Voltando ao AIDA, a atenção e o interesse estão no CTA, mas o desejo compete à restante informação da página.

4) Tipos de CTA

Tendo em conta os produtos a trabalhar, escolhemos os copies (do termo copywriting) dos CTA, sabendo de antemão a abordagem a tomar.

como utilizar um cta

Como utilizar um CTA?

Para conquistar a atenção do utilizador, há diversos aspetos a ter em conta no decorrer da página, tais como:

  • O tamanho do CTA em relação aos demais elementos da página;
  • A posição do CTA;
  • A cor do botão com a composição de cores da página;
  • As imagens utilizadas;
  • Número de CTA disponíveis na página;
  • Outros elementos que suportam o CTA.

O Call to Action é a melhor demonstração do Von Restorff Effect, conhecido também como o efeito de isolamento, que prevê o destaque de um objeto diferente, em detrimento dos demais semelhantes. Esta é a razão pela qual o botão CTA deve destacar-se e ser diferente entre os demais.

o botão CTA deve destacar-se
O teste VisualEyes ajuda a identificar a atenção no exemplo.

Outro importante aspecto a mencionar sobre o CTA é o seu objetivo principal, fazer com que o utilizador se identifique e se sinta seguro a comprar na página, daí o copy do botão ser igualmente importante para a conversão.

Como definir o copy do meu CTA?

O CTA deve ter normalmente como copy um verbo no imperativo. Ex.: Compre.

A utilização da conjugação verbal aciona um gatilho no cérebro do cliente, induzindo-o a tomar aquela ação em particular. Esta ação facilita o processo de compra, na medida em que o torna mais interessante e dá ao cliente o que ele procura. Deste modo, o utilizador está um passo mais próximo de se tornar um possível comprador.

Jamais um CTA deve existir sozinho, ele deve resumir a proposta de valor sugerindo o que acontece após o clique.

Como definir o copy do meu CTA?

Como podemos observar na imagem acima, o parágrafo imediatamente antes do CTA, utiliza algumas palavras para dizer o que vem resumido na ação: Crie uma conta.

Outro exemplo muito interessante e que vale a pena destacar é o caso da Amazon. O quadro do exemplo abaixo de uma página de produto, demonstra as informações importantes para a tomada de decisão de compra: o preço, o desconto, o envio grátis e a disponibilidade do stock.

Para além destas informações, ainda nos são dadas duas hipóteses bem claras: adicionar ao carrinho ou comprar apenas com um clique, agilizando o processo de compra.

agilizando o processo de compra

Neste caso falamos de um e-commerce, onde cada visita ao site é uma hipótese de venda e ter um Call to Action atrativo, define muitas vezes se essa venda é ou não consumada.

Em suma, um bom CTA deve ter um texto sucinto e assertivo, que transmita claramente o benefício da oferta, indicando o que acontece a seguir.

Dicas para bons textos de CTA

  • A utilização de verbos do tipo "Compre Agora" ou "Comprar Agora". O ideal será sempre testar as duas opções em contextos diferentes para entender qual funciona melhor para o seu tipo de público;
  • Deixar clara qual é a ação a desempenhar;
  • Incluir palavras como hoje ou faltam 72 horas, criam urgência mostrando ao utilizador aquilo que ele deve fazer;
  • Oferecer algo onde vale a pena clicar. Parece óbvio mas é frequentemente esquecido. A oferta da chamada deve ser realmente interessante.

7 Dicas para CTA's que convertem

  1. Aposte em cores contrastantes;
  2. Escolha a posição certa;
  3. Acompanhe-o de imagens;
  4. Use números;
  5. Seja específico na oferta;
  6. Ofereça algo onde valha a pena clicar;
  7. Utilize ações simples e fáceis de entender.

Quer o CTA seja utilizado para criar urgência ou para subtilmente indicar ao utilizador o próximo passo a tomar, o importante aqui é usá-lo!

Ignorar a utilidade de um Call to Action é um erro de principiante que irá fazer com que o seu número de leads baixe drasticamente.

Da próxima vez que criar um produto digital ou anúncio, deixe o seu Call to Action brilhar e mais importante de tudo, ofereça algo onde valha a pena clicar.

Patrícia Loução
Patrícia Loução
Web Designer